14 outubro 2010

NFL 2010 - Semana 5 [os heróis]


Matt Forte - Sem Jay Cutler, lesionado depois do correctivo aplicado pela defesa dos Giants, coube ao running back a despesa, quase total, do ataque dos Bears. Ele não se fez rogado. 166 jardas corridas e 2 touchdowns (este de 68 jardas, máximo pessoal) que abriram caminho a uma vitória no campo dos Panthers. E assim, inesperadamente, Chicago comanda a divisão, com 4-1 de saldo entre vitórias e derrotas.

Jullius Peppers - Foi o mais sonante nome a merecer os cabeçalhos, no mercado de free agency. O defensive end, atleta notável na defesa, jogou curiosamente contra a ex-equipa, os Carolina Panthers. Aos cartazes de ironicamente diziam "welcome, judas peppers" respondeu com enorme segurança, visível no parco marcador dos anfitriões. Apenas 6 pontos, com Peppers a ter um momento de glória, ao interceptar, de forma acrobática, um passe. Em 2010 leva já 11 tackles, 2 sacks, 1 forced fumble e 1 intercepção.

Ray Rice - É um dos RB de top, mas andava algo desaparecido neste início de temporada. Ontem, na recepção aos Broncos, mostrou todo o fulgor que possui. 133 jardas e 2 TD, rompendo a habitualmente sólida defesa de Denver. Pede meças a CJ ou Peterson, na disputa pessoal pelo rótulo de melhor corredor da NFL.

Brandon Lloyd - O receiver dos Broncos ameça ser um caso sério, em 2010. Parece ter como propósito o esquecimento, por parte dos fãs, de Brandon Marshall, agora em Miami. Teve mais um jogo com grandes números: 135 jardas e 2 TD (este será um dos grandes momentos da semana), conseguindo igualmente um feito difícil de alcançar. Em todos os jogos, este ano, passou as 100 jardas de recepção. Por comparação, Marshall apenas o conseguiu num jogo, pelos Dolphins.

Israel Idonije - O DE, de ascendência nigeriana, mas nascido no Canadá, foi o grande destaque da defesa dos Bears. 5 tackles, 3 sacks e 1 forced fumble. Impressionante!

Marcedes Lewis - Para os fãs do fantasy eis uma excelete escolha para o posto de tigh end. O TE dos Jaguars tem realizado uma temporada excelente, alvo preferencial de Garrard no jogo aéreo, suprindo a "ausência" de Maurice Jones-Drew, habitual panzer no jogo corrido. Contra os Bills, Lewis teve mais 2 TD para a conta (soma já 5), adicionando 54 jardas (totaliza 192). Aqui o TD nº 2.

Hakeem Nicks - O receiver dos Giants teve mais uma tarde memorável, frente à porosa defesa dos Texans, num embate importante para os nova-iorquinos. Com 12 recepções (máximo da carreira) , 130 jardas e 2 TD (média de 12,4 jardas por recepção) e 6 TD. Aqui, os momentos mais espectaculares da sua exibição.

Shaun Hill - Parece algo improvável, um jogador dos Detroit Lions a figurar na lista dos melhores da jornada. Mas isso apenas reflecte a melhoria exibicional da equipa, ainda não visível nos resultados. O enganador 1-4 pode levar o mais incauto a pensar que os Lions continuam fiéis à máxima dos últimos anos, de pertencerem ao lote dos piores. A avantajada vitória, primeira da época, frente aos Rams, teve como um dos rostos mais destacados o QB Shaun Hill. O veterano, já na sua 9ª temporada, completou 21 de 32 passes, para 227 jardas e 3 TD. Highlights aqui.

Stefan Logan - Mais um jogador dos Lions a merecer amplo destaque. A explosão demonstrada, no retorno de um kickoff, correndo para um TD de 105 jardas (igualando a melhor marca da franquia), permitiu não só um lance que fazer vibrar todo o estádio, mas também o desempate num jogo até então equilibrado. Aqui a corrida notável.

Josh Freeman - O QB dos Buccanners, no seu segundo ano, continua a justificar os elogios com que é, regularmente, mimoseado. Frente aos Bengals, mais um jogo em que denotou segurança e gestão do risco, conseguindo, nos minutos finais, um passe notável para Spurlock empatar a contenda. E depois, a míseros segundos do fim, novo passe fantástico, para ganhar jardas para um FG de sucesso. Foram 20 passes certeiros, em 33 tentados, 280 jardas e 1 TD. O antigo atleta de Kansas State leva 824 jardas, no total da temporada, 3 INT e 5 TD.

Sem comentários:

Enviar um comentário